séries textos

Série LOVE encerra com sua melhor temporada!


Antes de tudo, já adianto que talvez há spoilers nesse post porém tentarei manter o mais simples possível.

Sim, meus caros, chega mais um fim uma série pra lá de amorzinho. Há uns dois anos atrás eu falei da série LOVE, que é uma série bem realista e que retrata diversos tipos de amor. Se quiser ler sobre a primeira temporada (sem spoilers), só clicar aqui. E depois de três curtas temporadas, a série chegou ao fim agora em março e eu senti necessidade de vir falar um pouco dela, já que eu mesmo a julguei em 2017 pela segunda temporada que foi bem merdinha.

Antes de começar a contar sobre a terceira, um breve resumão da segunda temporada e o motivo de eu não ter gostado dela. A segunda temporada é basicamente o começo do relacionamento conturbado do Gus com a Mickey. Ela, tenta de tudo pra fazer com que o namoro dê certo, mesmo lutando contra seu vício com sexo, drogas e bebidas. Já o Gus quer que ela mude seu jeito ao mesmo tempo que começa a se apaixonar por ela e revelar seu lado mais emotivo. Mas é aí que rola um certo problema, o Gus é um cara certinho e não tem certeza de como vai conviver com uma ex-viciada (perdão pelo termo), o que faz com que ele tente de todas as maneiras mudar ela e seu jeito, o que é péssimo, porque como você vai ficar com uma pessoa e ajeitar ela à todo seu favor? Não faz sentido. E a Mickey também não é lá santa, ela tem suas recaídas na segunda temporada. O meu problema com essa temporada foi o desenrolar das coisas! Não teve uma história cativante, nem da parte dos dois principais e nem do restante do elenco. Foi bem fraca e eu não estava NADA motivado pra começar a terceira, mas aí meus queridos.....
Imagem: Hello Giggles
Na terceira temporada, mostra já o desenrolar do Gus com a Mickey! Uma coisa que eu gostei de ver durante a temporada é que pararam de mostrar a Mickey como um problema maior, que era como ela estava sendo retratada, só por ser uma mulher em uma vida de caos. Pelo contrário, na terceira temporada você vê uma nova Mickey: focada em se manter sóbria, estável e indo super bem no seu emprego que antes ela odiava demais! Um dos focos importantes é que mostra que o Gus também possui problemas, principalmente seu controle emocional, inexistente no caso. Sim! Ele não consegue segurar sua raiva e a temporada dá diversas dicas durante os 12 episódios, até que o mesmo assume.

Essa temporada foi a que finalmente trouxe o humor que mostraram na primeira. Acredito que não houve um episódio em que eu não dava risada e que terminava comigo falando "JESUS AMADO SÓ MAIS UM EPISÓDIO... AH NÃO SÃO 2H DA MANHÃ", sabe? Cada episódio te prende de uma maneira diferente e finalmente deram espaço para trazer histórias de outros personagens, como a Bertie e o Randy. Foi tão legal ver a série abrindo espaço e mostrando mais da vida de personagens como a Arya, Cris e etc! E tudo bem limpo, bem produzido e bem escrito. Aquela série que dá gosto de ver. Na terceira temporada também finalmente vemos o desenrolar da vida profissional do Gus, o sucesso da Mickey, os dois descobrindo como namorar cada um e mais.

Nada pra reclamar, a temporada fechou com chave de ouro e agora eu estou triste que acabou com esse gostinho de quero mais. Enfim, vale a pena assistir LOVE, principalmente pela primeira e terceira temporada. Como eu disse, a série é bem realista e bem vida real. Então vá esperando que sim, merdas acontecem. Sim, as vezes planos dão errados e as vezes certo. Sim, é possível amar e ser amado mas também existe desilusões amorosas, términos e tristeza. Retrata a vida de um viciado, dele tentando sair disso, os altos e baixos de arriscar em seus sonhos e muito mais. É beeem realista e é o que torna ela tão maravilhosa! Por isso, assistam. <3 

Posts Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário