séries

5 motivos para assistir Please Like Me


Ultimamente ando me aprofundando bastante no assunto LGBT, logo, acabo assistindo muitos filmes e séries com essa temática. Com Please Like Me não foi diferente! Na verdade, achei essa série no aleatório do Netflix e em menos de 5 dias já tinha assistido as três temporadas e acompanhando simultaneamente com a estreia da nova temporada na televisão, de tão apaixonadinho que fiquei por ela.

A série foi escrita por Josh Thomas, que vive ele mesmo na série, e conta com situações já vividas na vida real por ele. Trazendo uma narrativa de drama e comédia, Please Like Me narra a história de Josh (em 30 minutos cada episódio), que após tomar um pé na bunda da namorada por ser gay, começa a descobrir sobre sua sexualidade e trabalhar mais na sua auto-estima, agora que ele pode ser ele mesmo. Mas aqui vai cinco motivos essenciais do porquê você deveria assistir:

1. Homossexualidade e Aceitação

Please Like Me aborda bastante a homossexualidade de jovens entre 20 e 25 anos, principalmente daqueles que vivem na famosa "crise dos 20 e tanto". Josh é gay e sempre foi, mas por praticamente 20 anos ele levou uma vida hétero por não saber se ser gay é certo perante a sociedade que vive. Quando é largado pela namorada, ele realmente não sabe o que fazer, não sabe se fala para os pais, se faz aquele grande anúncio ou algo do tipo. Com o desenrolar, ele acaba ficando com o primeiro garoto da vida dele e acaba se aceitando também. A aceitação na série é a coisa mais maravilhosa. Durante as quatro temporadas, a gente vê os dois tipos de aceitação existente: aquela que as pessoas descobrem e seguem a vida, afinal não lhe diz respeito e aquela "eu não aceito você ser gay". Os familiares e amigos de Josh levam tudo muito numa boa, até porque não muda nada na vida deles e isso é o que eu mais gostei da série, a naturalidade de lidar com esse assunto, de mostrar que: se um conhecido seu se assumiu gay, o mínimo que você faz é dar apoio, não tem porque você não aceitar se não muda nada na sua vida.

2. Depressão e transtornos mentais

Eu acho fantástico o modo como o autor conseguiu colocar esses dois temas atuais e importantíssimos de uma maneira tão complexa e tão leve na história. Esses são dois temas que acompanham a vida do personagem principal lado a lado, principalmente por ter uma mãe que tenta se matar e alguns casos com pessoas com transtornos mentais (não consegui traduzir realmente o que são os problemas haha).

3. Auto Estima

Não só Josh, mas todos os personagens que são importantes na sua vida e mostrados em todos os episódios, sofrem um pouco com a baixa auto-estima.

4. Vida Adulta

Sabe quando você faz 20 anos e percebe que não tem mais papai e mamãe pra cuidar de você? Please Like Me traz bastante disso. Josh já trocou de curso na faculdade diversas vezes (na real, nem mostra ele indo pra aula) e vive as custas do pai que é muito bem de vida. O problema é que chega uma hora que o pai dele não quer mais bancar ele e aí tá na hora de arranjar um emprego! A série também traz bastante essa coisa de ir morar com a namorada, mudar de país para arranjar uma vida melhor, aborto e tudo o que um jovem passa quando esta entrando nessa fase de vida adulta.


5. Drama / Comédia / Australiana

Pra fechar, vale lembrar que a série é australiana, o que ganha pontos conosco já que é algo novo pra gente (pelo menos pra mim). Mostrando um mundo e uma cultura totalmente do que a gente já está acostumando, vemos muito drama misturado com comédia e é aquela coisa que a gente ri e depois chora um pouco hahaha.

Enfim, espero que tenham gostado dos motivos e que aproveitem que tem 3 temporadas na Netflix e corram pra assistir ♥

Posts Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário