livros resenhas

Resenha do livro "A Herdeira"


Oh Deus, eu não sei nem por onde começar esse post! Primeiramente gostaria de avisar que esse ano a editora Seguinte lançou o quarto livro da saga "A Seleção" (a qual eu já fiz resenha aqui, aqui e aqui), nomeado de "A Herdeira" e dando uma história diferente do que aconteceu depois do casamento de America e Maxon no terceiro livro.
Nome: A Herdeira
Autor: Kiera Cass
Ano: 2015
Editora: Seguinte
Sinopse: No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”. Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.

É isso mesmo, depois daquele final mara do terceiro livro, onde Maxon se torna rei e casa-se com America, eles acabam tendo filhos: os gêmeos Eadlyn e Ahren, o jovem Kaden e o pequeno Osten! Gente, mas quem diria ein.... No primeiro livro a mulher nem da Seleção queria participar, agora já tem quatro filhos! Mas enfim, neste livro parece que os problemas se resolveram, mas o povo não está feliz: ou seja, mais problemas são criados!

No terceiro livro vemos Maxon e America lutando para acabar com as castas, o que acontece! Mas neste livro, sem as castas, o povo ainda vive no passado. Quem cresceu sem as castas, acaba tomando as dores do passado e formam um grupo de rebeldes novos! Eadlyn é sete minutos mais velha que seu irmão Ahren, ou seja, ela será a próxima rainha. Então, desde seus 13 anos ela vem acompanhando o trabalho do pai se integrando mais nesse assunto! A garota é uma feminista maravilhosa. Desde o começo já narra que é incrivelmente poderosa e que ninguém é melhor do que ela, que não precisa de um homem ao seu lado para governar o país e que uma mulher no poder será a revolução! O único problema é que ninguém está nem aí pra queridinha, e existe uma nova rebelião acontecendo e, claro, só há um jeito de distrair o povo até ter um plano pra acalmar as coisas e viver em paz: trazer a Seleção de volta, vulgo, o pior pesadelo de Eadlyn!

Muito possessa da situação, Eadlyn decide fazer um acordo com seu pai que dará três meses para a Seleção ocorrer como planejado e que se ela não se apaixonar por ninguém, infelizmente a vida vai tocar como sempre tocou e ela governará Illéa sozinha (a bixa é destruidora mesmo)! Os trinta e cinco selecionados chegam no palácio e a princesa já está com seus planos maléficos para botar um por um para fora! Ah, quase me esqueci! Lembram-se que Lucy e Marlee viraram best friends da America nos três primeiros livros? Pois é, as queridas ainda tiveram a sorte de viver a vida toda no palácio, como se fossem da família real! Lucy casou com o Aspen (odeio) e infelizmente não pode engravidar! Já a Marlee casou com o Carter e teve dois filhos: Josie, uma garota insuportável e odiada pela princesa Eadlyn, e Kile, outro que a princesa não suporta e que misteriosamente é um dos trinta e cinco selecionados!

OK, história vai e história vem! A Eadlyn não é muito flor que se cheire, então o público acaba não se identificando com a princesa e logo na sua primeira aparição lhe tacam frutas podres e etc. Ou seja, não basta trabalhar rumo ao trono, sair com trinta e cinco caras, a menina ainda tem que bancar de "princesa perfeita que sempre sorri para as fotos mesmo estando triste" (novo status), algo que ela não curte muito! Ela acaba conhecendo alguns dos selecionados que são tão nhonho e perfeitos, principalmente Kile que mostra um lado que ela nunca achou que ia descobrir! São mais de 200 páginas com milhares de fatos acontecendo, e só quando você chega próximo ao final, que você descobre que só se passaram 3 semanas (e ela tinha três meses)! E mesmo conhecendo melhor os selecionados e passando por vários perrengues, Eadlyn continua disposta a terminar a Seleção solteira! Até que.... É isso gente, não vou contar o final porque é do babado e você fica em choque, roendo unhas, pálido e congelado em meio à um ônibus lotado... Ok, talvez essa tenha sido minha reação, mas vai que né...

Se você já leu "A Herdeira", estou louco para saber a opinião alheia, então comente o que achou do livro! E se você não leu, duas coisas: 1- leia e 2- comente o que achou da resenha hehe!

Posts Relacionados

2 comentários:

  1. Não sei se te agradeço pela rapidez e paixão pelos livros ou se esgano mentalmente por ter soltado pequenos spoilers! hahahahahaha
    Eu ainda não terminei de ler o terceiro livro e toda resenha que eu comece a ler do quarto livro eu tenho vontade de matar! hahahahaha
    Só sei que ninguém gosta dessa menina HAHSHAHSHA acho que você foi a primeira pessoa que não mencionou gostar ou não dela kkkk

    Ah, não consigo te responder pelo youtube :/ você deve estar bloqueado... então deixo minha resposta aqui: fico muito feliz que você tenha conseguido o sorteio e que você tenha amado os livros! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA Ai desculpa :( Mas são spoilers minúsculos e as vezes nem tão importantes assim hehehe E sim, ninguém gosta! Ela é meio mimada, e tem umas cenas dela que você fica "nossa garota, seja mais humana", mas eu gostei dela... Obrigado pela visita Crys <3

      Beijão!

      Excluir