filmes

Assisti e recomendo: A Clockwork Orange

Acho que muita gente já viu camisetas, posteres ou imagens de cenas desse filme. Eu assisti o "A Clockwork Orange", mas conhecido também por Laranja Mecânica, já faz um tempo e ainda fico me questionando se eu consegui entender o filme. É um filme britânico de 1971 que além de faturar mais de 2 milhões de dólares e levar vários prêmios, é considerado um clássico do cinema mundial!

O filme é de 1971 mas a proposta é mostrar um futuro. O filme leva a vida de Alex de Large, que compartilha seus maiores gostos: música clássica, estupro e ultra violência. Alex é um líder de uma gangue de delinquentes que roubam, estupram e causam muita violência com gente inocente. Após cometer um crime brutal ele é preso e levado para uma investigação científica onde o resultado seria erradicar a natureza agressiva do ser humano! O tratamento consistia em exibições de filmes com cenas de violência em que Alex não poderia fechar os olhos, ou seja, após isso caso Alex tente fazer alguma violência, ele sentiria um enjoo enorme e seria incapaz de completar o ato.

Após passar pelas experiencias (que no meu caso, eu diria tortura), Alex é solto porém incapaz de cometer algo impuro e acaba sofrendo consequências dos atos praticado anteriormente! O filme retrata bem o que passamos nos dias de hoje: violência com inocentes, políticos querendo se dar bem e etc. Existem várias formas de se entender o filme com a psicologia, deixarei um link no final do post.

Laranja Mecânica: uma análise comportamental

Posts Relacionados

2 comentários:

  1. estávamos falando semana passada sobre esse filme na faculdade, eu tenho até que assistir ele pq ele ainda vai ser usado durante o período .

    abraços
    www.oquefaltou.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Quando assisti Laranja Mecânica eu não tinha noção sobre o que era. E confesso que fiquei chocada, achei ele bem perturbador. É um filme pra ser estudado, que precisa ser digerido aos poucos...por conta disso, não gostei muito. Mas não deixa de ser ótimo pra quem gosta de filmes "cults".

    ResponderExcluir