livros resenhas

Resenha: Livro "As Vantagens de ser Invisível"

Livro: As Vantagens de ser Invisível
Autor: Stephen Chbosky
Editora: Rocco
Sinopse
Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.
Eu nunca fiquei tão apaixonado por algo (depois de Glee), quanto fiquei por esta história, filme e livro. Posso considerar que é o melhor livro que já li em 17 anos!! O livro é dividido por vários capítulos, cada um é uma carta onde o principal da história, Charlie, narra seus dias para um suposto amigo!

O livro é mega fácil de se ler porém sua temática é um pouco complexa! O livro começa em meados de agosto de 1991, onde Charlie conta um pouco sobre sua história se direcionando à um amigo onde eu interpretei que seria cada leitor do livro, ou seja, você já começa tecnicamente fazendo parte da história. Ao longo das primeiras cartas ele vai explicando como foi sua vida no Ensino Fundamental e como se sente estando no Ensino Médio! O livro é pra ler e refletir, principalmente sobre alguns certos "tabus" que a sociedade impõe, se imaginar no lugar do Charlie e tirar lições para a vida! O que foi exatamente o que eu fiz, a cada vez que assisto o filme ou leio o livro tiro uma nova lição!

Ao decorrer da história, você vai conhecendo um pouco mais sobre Charlie, que é nada mais nada menos um menino de 15 anos que já sofreu o equivalente se tivesse aos seus 30 anos. Ele é um menino literalmente solitário, não é popular e nem conhecido, podemos dizer que ele é invisível! Seu melhor amigo de infância se suicidou e prestes à enfrentar os, que deviam ser, três melhores anos de sua vida, ele não tem nenhum amigo... Até conhecer seu professor de Inglês, que sempre lhe apresenta livros e sempre lhe diz para participar mais! Com os conselhos do professor sobre participar mais, ele acaba conhecendo Patrick e Sam. Patrick é um veterano em seu último ano, homossexual e meio-irmão de Sam, que teve uma infância horrível mas agora vivia seus "melhores" tempos!

Eu sei que tem pessoas que dizem que essas coisas não acontecem, e que isso serão apenas histórias um dia. Mas agora nós estamos vivos. E nesse momento, eu juro. Nós somos infinitos.

Charlie também conta suas primeiras masturbações, e você pode perceber que não é nada explícito, tudo é muito puro e simples! Os personagens são tão reais que é meio impossível você não ler um trecho e pensar "Eu tenho um amigo Patrick", "Tenho uma amiga Sam", "Meu Deus, já fui um Charlie". O livro nos emociona em diversas partes, e se você pegar pra ler "duas cartas" já irá se apaixonar. Sem deixar de mencionar a viagem no tempo, suas músicas temáticas com letras maravilhosas e etc. E se quiser pode ver o filme, cujo qual eu já falei sobre aqui.

Posts Relacionados

1 comentários:

  1. Parece ser super ótimo. Há um tempinho já vi vários blogs falar sobre esse livro e fiquei com muita vontade de ler! Já está na minha lista. (:
    Pelo que eu li, á Charlie que conta sobre ela, a história e tal, eu amo livros que a pessoa conta sobre ela, sabe?! *o*

    Beijos, blog-meninasdepreto.blogspot.com.

    ResponderExcluir