Livros que compraria pela capa!

Por: Papo de Caio

Voltando para as origens de postagens sobre livros! hahaha A muito tempo atrás eu decidi que postaria semanalmente um post contando três livros que eu compraria pela capa, e hoje percebi que fazia décadas que eu não postava esse top 3, dando em conta que sempre visito as livrarias e sempre fico tentado para comprar alguns livros só pela beleza da capa. Então aqui vai os três livros que eu compraria pela capa.

As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender


Gerações da família Roux aprenderam essa lição da maneira mais difícil. Os amores tolos parecem, de fato, ser transmitidos por herança aos membros da família, o que determina um destino ameaçador para os descendentes mais jovens: os gêmeos Ava e Henry Lavender. Henry passou boa parte de sua mocidade sem falar, enquanto Ava que em todos os outros aspectos parece ser uma jovem normal nasceu com asas de pássaro.
Tentando compreender sua constituição tão peculiar e, ao mesmo tempo, desejando ardentemente se adaptar aos seus pares, a jovem Ava, aos 16 anos, decide revolver o passado de sua família e se aventura em um mundo muito maior, despreparada para o que ela iria descobrir e ingênua diante dos motivos distorcidos das demais pessoas. Pessoas como Nathaniel Sorrows, que confunde Ava com um anjo e cuja obsessão por ela cresce mais e mais até a noite da celebração do solstício de verão. Nessa noite, os céus se abrem, a chuva e as penas enchem o ar, enquanto a jornada de Ava e a saga de sua família caminham para um desenlace sombrio e emocionante.

Contos da Seleção - o Príncipe e o Guarda


Os dois contos que se passam no universo criado por Kiera Cass, autora da trilogia A Seleção, agora estão disponíveis em edição impressa. Em “O Príncipe e O Guarda”, o leitor pode acompanhar de perto os pensamentos e emoções dos dois homens que lutam pelo amor de America Singer. Antes de America chegar ao palácio, já havia outra garota na vida do príncipe Maxon. O conto O príncipe não só proporciona um vislumbre das reflexões de Maxon nos dias que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Descobrimos como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam. Para America, a vida antes da Seleção também era muito diferente. A começar pelo fato de que ela estava completamente apaixonada por um garoto chamado Aspen Leger. Criado como um Seis, ele nunca imaginou que acabaria se tornando membro da guarda do palácio. Em O guarda, acompanhamos Aspen a partir do momento que o grupo de trinta e cinco garotas da Seleção é reduzido para a Elite, conhecemos sua rotina dentro das paredes da casa da família real — e as verdades sobre esse mundo que America nunca chegou a conhecer.

Segundo – Eu Me Chamo Antônio


Alter ego do autor Pedro Gabriel, Antônio é personagem de um romance que ainda vai ser escrito. Enquanto não ganha as páginas, ele expressa, entre um chope e outro, seus sentimentos em ilustrações feitas em guardanapos de papel. Em 'Segundo – Eu me chamo Antônio', além de frases irreverentes e poéticas, o personagem abre para o mundo as páginas do caderno em que escreve fragmentos de textos – alguns de seus pensamentos mais profundos – e explora sua criatividade brincando com frases e esboços rabiscados nervosamente. A arte de Pedro Gabriel expande-se para além dos guardanapos em ilustrações inéditas que pontuam essa nova obra.

 

Estou apaixonado por Sex and The City!

Por: Papo de Caio

Ah essa minha mania de mesmo com milhares de séries pra assistir, sempre tem o sentimento de que falta uma! Uns meses atrás me peguei me questionando o porque tanta gente gostava de Sex and The City e o porque de Carrie Bradshaw ser um ícone para tantas pessoas... Seis temporadas depois eu sei a resposta.

Minha vontade de começar à assistir Sex and The City veio quando eu me apaixonei -música triste- pela série, hoje terminada, The Carrie Diaries! Eu já havia me identificado tanto com a pequena Carrie que eu gostaria de saber mais sobre a vida da Carrie adulta. Vou confessar que no primeiro episódio que assisti de S&TC (vou usar essa sigla as vezes) eu achei tudo um porre de tão chato, mas depois de um mês eu decidi dar uma segunda chance! Acontece que acabei me apegando demais.
Imagens retiradas do Google.
A série é narrada pela própria Carrie e a cada tema do episódio é o tema da nova matéria da sua coluna, chamada "Sex and The City", em um jornal nova-iorquino! A trama ainda conta a vida de suas três melhores amigas, Charlotte, Samantha e Miranda e seus casos, descasos, romances e vida sexual! Pelo título você pode já esclarecer que a série relata bastante sobre a vida sexual, mas também conta um pouco das atitudes das mulheres, dos homens e um pouco sobre o que é uma amizade verdadeira.

Ok Caio, mas porque essa tal de Carrie é tão famosa? Eu acredito que seja porque ela tem uma vida que praticamente muitas pessoas gostariam de ter. Ela sempre vai aos lugares mais badalados, pega os melhores homens de New York, viciada em compras e um ícone fashion! A série estreou em 1998 e fez um grande sucesso até o encerramento em 2004. Sem deixar de contar que lançaram dois filmes dando continuidade à série e rola rumores de que pode ter um terceiro - surtando.
Carrie Bradshaw trabalha como colunista de um jornal onde relata histórias sobre relações interpessoais e sexuais sem esperança. Carrie vive em Manhattan, Nova Iorque. Conta sempre com as suas três amigas: Samantha Jones, a típica loura fatal que trabalha como relações-públicas e está sempre atrás de um bom partido sem compromissos; Charlotte York, que trabalha numa galeria de artes, e é a romântica e sensível que busca sempre longos relacionamentos, embora nunca consiga ter um; e Miranda Hobbes, advogada, racional, e a mais prática de suas amigas, sempre sabendo o que quer da vida (ou quase isso). - Wikipédia.
Gostaram da minha opinião sobre a série? Comente o que achou e, caso seja um fã, o que acha da série! 

 

Inspiração cor 2015: Marsala

Por: Papo de Caio

Não sou desses que todo começo de ano posto qual vai ser a cor do ano, mas por uma questão de "amei a cor e vou postar sim", hoje me encontro nessa situação! A Pantone já havia divulgado faz um tempo sobre essa cor que será a cor de 2015: Marsala. Mas pelo o que eu estou vendo, a cor desse ano já fez um bom sucesso no ano passado!

Sabe aquela cor do açaí? Então! É um tom vinho quase marrom. A cor parece bem coisa de inverno, mas da pra arrasar no verão com peças como shorts, sapatilhas, blusinhas, etc. Não tem muito o que errar com essa cor, já que ela vai bem com o preto, cinza, tons mais pastel e um azul mais claro até! É só ter uma atitude e produzir seu melhor look. E pensando nisso que eu trouxe algumas inspirações pra vocês!

Imagens retiradas do lookbook e Google
E ai, o que acharam da cor de 2015? É a sua cor? Comente sua opinião!

  , ,