Querendo ou não, ela voltou: a nova fase da Pochete!

Por: Papo de Caio

As pessoas temiam por esse retorno e temiam que um dia algum coolhunter da vida acharia legal colocar a pochete no meio das produções fashion, por muito tempo as pessoas até rezaram pra ela não voltar mas não deu certo... Ela voltou! A peça que foi sucesso entre as décadas de 80 e 90, hoje se firmam no mundo da moda de muita gente que nem tinha nascido quando foi lançada (tipo eu, talvez).

Pra quem não conhece, o que eu acho difícil, a pochete é uma bolsinha com uma única tira que antigamente era usada na cintura e que você pode levar o essencial sem precisar ficar carregando peso pra lá e pra cá. Na verdade, a pochete vem forçando sua entrada no mundo da moda desde 2015, quando a Chanel decidiu resgatar o item em uma de suas coleções... Conseguiram jogar uma tendência ali no ano, mas não com muita força. Só agora no final de 2016, a pochete se firmou e conquistou o coração de muita gente, mas... Porque?


Eu mesmo amo a pochete e posso te responder o porque o item entrou como tendência 2017: é prático, vintage e algumas vêm até com um visual mais moderno para os queridinhos milleniuns! A peça hoje em dia não vem apenas como aquele trambolho de couro enorme, mas ganha várias versões menores, com estampas e texturas diferentes, dando graça ao famoso "mais é mais" no look.

Podendo ser usada em qualquer ocasião praticamente, a pochete hoje em dia ganha uma nova posição. O que antes era usado apenas na cintura, hoje virou bolsa de ombro, transversal, de mão e por aí vai. A dica é imaginar como se fosse só mais uma peça de roupa para fazer sua sobreposição, colocar seus itens essenciais e sair por aí, sem muito mistério!
Imagens: Lookbook, Pinterest e Google
E para aqueles que ainda acham brega: não os julgo mas vamos ser feliz meu povo. O item tá reformulando o mundinho clichê da moda e trazendo um toque mais fun pro visual de muitos aí!

Mas e você, o que acha da pochete? Conta aí pra mim!

  , , , , , , , , ,

Meu novo vício: Scandal

Por: Papo de Caio
Todo dia que eu abro meu aplicativo da Netflix eu rezo pra sair de lá ainda com 20 anos, porquê o tempo que eu perco lá é impressionante. Principalmente agora que eu comecei uma série nova e não consigo fazer outra coisa sem ser assistir ela! Estou falando de Scandal, mais uma série da rainha da televisão Shonda Rhimes e que traz literalmente muitos escândalos!

Primeiramente gostaria de dedicar um minuto pra enaltecer a Shonda, que na minha visão é uma das melhores produtoras televisiva da atualidade. Ela é apenas dona das três séries que mais faturam atualmente e que mais engajam o público a cada temporada! Eu achei que nada superaria Grey's Anatomy e How To Get Away With Murder mas aí eu comecei a ver Scandal e o babado é certo...

Scandal (2012), como já diz o nome, é uma série que aborda vários tipos de escândalos durante os episódios. A série segue a vida da protagonista Olivia Pope que é uma mulher íncrivel (e negra, ponto pra série) que foi uma das responsáveis por tornar o governador Fitzgerald Grant (Fitz) o novo presidente dos Estados Unidos. Atualmente, Olivia é dona da empresa Olivia Pope & Associates, onde juntamente com Harrison, Quinn, Stephen, Abby e Huck eles tentam livrar a imagem ruim de políticos e pessoas da mídia. Ou seja, a equipe é formada por advogados, investigadores e um ex-agente da CIA que resolvem problemas e situações que precisam ficar longe da mídia.

  , , , , , , ,

Você não precisa ser rico para sair do país!

Por: Papo de Caio

Eu não costumo escrever muitos textos aqui no blog, até porquê me sinto bastante amador neste quesito, mas eu estava conversando com minha melhor amiga e decidi "conversar" com vocês um pouco sobre o assunto: dinheiro, viagens e ser rico.

Este ano eu tive a oportunidade de pagar para mim mesmo uma viagem de onze dias nos Estados Unidos. E não, eu não nasci rico. Na verdade, não de dinheiro. Vou falar aquele discurso bem clichê que muitos políticos dão em suas campanhas: eu nasci muito rico de sonhos e determinação para realizá-los hahaha. Acontece que, enquanto as pessoas preferem guardar seu sagrado dinheiro para uma viagem daqui dois ou até quatro anos, eu prefiro gastá-lo logo em seguida de tê-lo em minhas mãos.

Eu não julgo quem quer guardar dinheiro por anos para a realização de um sonho ou de vários, admiro quem consegue! Mas eu não sou este tipo de pessoa. Quando eu comprei minhas passagens e ficou decidido que eu iria para San Diego novamente, eu contei para amigos próximos, colegas de trabalho e parentes (o resto ficou sabendo por fofoquinha) e muitas destas pessoas que ficaram sabendo falavam as mesmas frases pra mim "uau tá podendo né?" "nossa, rico". E eu não me importaria de ser chamado de rico e blá blá blá... Se eu fosse um, mas não sou.

Na verdade eu não tô podendo, quase nunca estou. Eu sou uma pessoa que se a parcela der menos de 200 reais e eu tiver dinheiro pra pagar essa quantia todo mês, eu vou comprar! Eu não vou me prender ao pensamento de um dia sujar meu nome ou que um dia o dinheiro acaba, eu sei de tudo isso e eu sei das possibilidades! Mas não vou deixar de comprar algo que eu sempre quis ou de viver algo que eu sempre quis só por causa de possibilidades, sabe? Eu não sou o tipo de pessoa que vai guardar dinheiro por anos e anos pra finalmente realizar um sonho de ir para X lugar. Se eu tiver uma quantia necessária pra subir em um avião e me alimentar lá, eu vou!

Não, eu não sou rico. Eu trabalho, honestamente, assim como muitos de meus amigos e conhecidos. Mas normalmente as pessoas que falam pra mim "nossa, tá rico né", são as mesmas que querem ir pra fora mas colocam outras prioridades de vida na frente. Eu tenho 20 anos, 20 fucking anos e trabalho em uma empresa por um ano. Depois de um ano trabalhando + faculdade, eu recebi férias e uma coisa que eu posso dizer pra vocês: eu não ia passar 30 dias gastando adiantamento de férias e o 13º em uma cidade que eu gasto o ano todo com as mesmas coisas!!! Eu me recuso a dar mais dinheiro pras lojas que eu já dou todo mês.

Um dia eu vou casar. Um dia vou ter um carro. Um dia vou ter uma casa. Mas não vou parar de viver o presente só porque um dia no futuro eu vou gastar uma grana que eu juntei a vida toda! Uma vez, meu melhor amigo me disse que o dinheiro só vai continuar vindo até mim, se eu movimentá-lo; esse é meu mantra quando eu penso em investir numa viagem. E na verdade, este é o meu propósito com esse texto: mostrar que eu tive uma oportunidade melhor de gastar meu dinheiro e que eu abracei.

Eu não julgo você que faz tudo o que eu falei que não faria, muito pelo contrário, desejo que consiga realizar tudo! Mas se você que faz, é a mesma pessoa que me enche o saco falando o quão milionário eu sou ou o quanto eu estou podendo, pare e reflita nas suas prioridades e no tanto que você está deixando de viver o presente, achando que amanhã vai ser o último dia! Se você quer ir viajar, se planeje para isso, pegue o que você já tem guardado e usa, eu te prometo que essa quantia vai voltar pra você! Sua vida não acaba agora. Não importa sua idade, você tem oportunidades, você tem uma vida pela frente... Viva.

  , , , , , , ,